Observatório da ZEIS Bom Jardim Traça Prioridades

Na tarde de quinta-feira, 24 de fevereiro, o Observatório da ZEIS Bom Jardim, organismo da Rede de Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável do Grande Bom Jardim (Rede DLIS), criado durante as discussões da elaboração do Plano Integrado de Regularização Fundiária (PIRF) em 2019, realizou sua primeira reunião de 2022.

O Observatório é recente mas a ZEIS sempre foi pauta na Rede DLIS. Antes havia a Comissão ZEIS e Moradia Digna. Agora, para dar força e consistência ao Observatório, discutimos a organização interna e alguns temas prioritários para estudo e atuação.

Objetivo do Observatório da ZEIS Bom Jardim

O Objetivo principal do Observatório e monitorar a execução do PIRF da ZEIS Bom Jardim. Para isso, decidimos aperfeiçoar a metodologia de monitoramento, criando um Painel do PIRF, para facilitar a visualização coletiva do andamento da execução de cada Plano que compõe o PIRF: Urbanístico, Desenvolvimento Econômico, Participação Social; Regularização Fundiária e Normatização Especial. O Painel será elaborado de forma técnica e com participação popular.

Observatório e Comunicação Popular

Outro assunto que foi discutido foi a comunicação. Para poder aumentar a visibilidade e credibilidade do Observatório da ZEIS Bom Jardim, este ano vamos realizar oficinas no campo da comunicação popular, construindo informações, ocupando espaços nas redes sociais e criando mecanismos de diálogo com as comunidades, com a sociedade e com os poderes públicos.

Prioridades do Observatório

Entre as prioridades políticas para este ano, foram levantadas de imediato algumas demandas no campo do saneamento, sobretudo redes de coleta e tratamento de esgotos, a cargo da Cagece, a gestão de resíduos sólidos, em articulação e apoio com a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis do Grande Bom Jardim (Ascabomja), que luta desde a fundação em 2016 por um Galpão de Triagem, regularização fundiária para a ZEIS, iniciando pelas comunidades do Marrocos e Nova Canudos, diálogo permanente com a Secretaria Municipal de Infraestrutura até a conclusão das obras de urbanização do Marrocos e áreas vizinhas.

Observatório Quer Retorno da Prefeitura de Fortaleza

Sobre a prefeitura de Fortaleza o Observatório pontuou a necessidade de cada Secretaria dar o retorno ao Conselho Gestor da ZEIS Bom Jardim acerca das políticas públicas que serão executadas na área da ZEIS, conforme sinalizou o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) em 2021, através do superintendente e vice-prefeito Élcio Batista. Sem isso, fica limitado o alcance dos Planos componentes do PIRF tão bem elaborados com a parceria da Universidade Federal do Ceará, em 2019 e 2020, Planos já aprovados pelo Conselho Gestor e tornados oficiais desde dezembro de 2020, quando foram publicados no Diário Oficial do Município.

Primeira reunião do Observatório em 2022. Foto: Rogério Costa.

Membros do Observatório da ZEIS Bom Jardim

  • Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza – CDVHS
  • Centro de Cidadania e Valorização Humana – CCVH
  • Conselho Comunitário do Parque Santo Amaro – Compasa
  • Associação dos Moradores do Bom Jardim – AMBJ
  • Associação dos Moradores da Comunidade Marrocos – AMCM
  • Associação Avivar / Granja Lisboa
  • União dos Moradores do Bairro Canindezinho – UMBC
  • Estúdio Travessa
  • Programa de Educação Tutorial em Arquitetura e Urbanismo – ArqPET UFC
  • Mobilizadores Sociais da ZEIS Bom Jardim
  • Comunidade da Paz
  • Comunidade Pantanal

AGENDA E REDES SOCIAIS

A próxima reunião do Observatório da ZEIS Bom Jardim está agendada para o dia 12 de abril, as 14 horas, no Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza (Av. Osório de Paiva, 5623, Canindezinho). As reuniões ordinária são mensais, nas tardes da segunda quinta-feira de cada mês. As notícias do Observatório são veiculadas no perfis:

https://www.instagram.com/zeisbomjardim/

https://www.facebook.com/zeisbomjardim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *