CULTURA EM TODOS OS SENTIDOS: FESTIVAL DAS JUVENTUDES

Publicação 12/05/18 05:28; atualização 25/05/18 16:16

Ao som de violões e com a presença de intervenções artísticas, foi dada a largada em 04 de maio no Festival das Juventudes. Construído com programação livre em arte, cultura e formação, a iniciativa reuniu mais de 60 adolescentes do Grande Bom Jardim em torno das temáticas e questões sobre ser jovem e sujeito de direitos.

Com a bandeira ‘A Juventude quer viver’, os diálogos formativos iniciaram com a tônica das experiências do Negragem, coletivo cênico e de estudos sobre negritude, coragem e resistência: espaço livre para compartilhamento de palavras de liberdade. “Foi uma experiência muito potente pela presença de uma juventude consciente dos problemas do seu bairro, da sua localidade e das dinâmicas de opressões no mundo contemporâneo", aponta Helena Vieira, escritora transfeminista que compôs a primeira mesa de debates.

A iniciativa é conduzida pelos Jovens Agentes de Paz. Para eles, o Festival “é uma estratégia para fortalecer a participação dos jovens e construir um ambiente de encontro e de troca de saberes entre as juventudes do Grande Bom Jardim”, explicam.

O Festival acontece até agosto de 2018 com encontros quinzenais na nova sede do Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza – localizado na Av. Osório de Paiva, nº 5623, Canindezinho. O próximo está agendado para 19 de maio, às 08h.

JOVENS AGENTES DE PAZ

O JAP é iniciativa do Centro de Defesa da Vida Herebert de Souza voltado à formação de adolescentes e jovens sobre direitos humanos para ampliação da participação popular e engajamento político-comunitário.