Notícias

AULA DA UFC ACONTECE NA COMUNIDADE MARROCOS

Publicação 12/04/18 00:42; atualização 12/04/18 00:46

Nesta quinta-feira (15), a comunidade Marrocos acolheu turmas de estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Ceará (UFC) em aula de campo. A atividade foi mediada pelo Seu Dedé Cavalcante, liderança da região do Grande Bom Jardim; e por Rogério Costa, integrante do Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza.


MONITORAMENTO DO ORÇAMENTO PÚBLICO É PAUTA DE FORMAÇÕES EM ABRIL

Publicação 12/04/18 00:37

De 3 a 5 de abril, o Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza promoveu curso sobre Orçamento Público. Facilitado pelo CEDECA-CE, a iniciativa envolve mais de 30 moradoras e participantes de organizações populares do Grande Bom Jardim que compõem a Rede DLIS.


CEDDH É IMPEDIDO DE REALIZAR VISITAS EM CADEIAS DO INTERIOR DO CEARÁ

Publicação 12/04/18 00:23; atualização 12/04/18 00:27

Em 23 de março, sob alegação de falta de autorização prévia, o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos foi barrado de realizar vistorias em espaços de medidas prisionais nas cidades de Iguatu e Icó. Diante da situação, foi expedida em 02 de abril nota explicativa. Leia na íntegra.


CURSO PARA DEFENSORES POPULARES DE DIREITOS HUMANOS É INICIADO EM IGUATU

Publicação 12/04/18 00:17; atualização 12/04/18 00:44

Localizado a 370 km de Fortaleza, a cidade de Iguatu reúne lideranças populares das regiões Centro-Sul, Cariri e Sertão Central na quarta turma do Curso ‘Defensores Populares de Direitos Humanos’, promovido pela Escola Popular de Educação em Direitos Humanos do Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza.


COMISSÃO DA REDE DLIS REALIZA VISITA AO PARQUE LAGOA DA VIÚVA

Publicação 12/04/18 00:09

Sexta (16) foi dia de mobilização das instituições da Rede DLIS e colaboradores da UFC, UECE e UNILAB em visita técnica ao Parque Lagoa da Viúva.


MOVIMENTOS SOCIAIS ARTICULAM-SE FRENTE À SITUAÇÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA NO CEARÁ

Publicação 11/04/18 23:53; atualização 12/04/18 00:04

Com aumento de 50,7% na taxa de homicídios em 2017, Ceará registra 5.134 casos a mais quando comparados aos números de 2016. As estatísticas de violência mobilizam movimentos sociais a formularem alternativas a partir da construção do Fórum Popular de Segurança Pública.